Arquivo mensais:março 2011

Faceta direta em resina composta

Google BookmarksEmailCompartilhar/Favoritos

As facetas diretas em resina composta estão sendo utilizadas para realizar restaurações estéticas nos dentes com alteração de cor, forma, ou quando existem as duas situações. Elas conservam a estrutura dentária e são mais fáceis para manusear diretamente na boca. As mudanças na cor e na forma do dente podem acontecer por causa de traumas, má formação e descuido na saúde bucal.

Atualmente, esse tipo de restauração é amplamente utilizado por sua praticidade, simplicidade e pelo baixo custo. Para realizar o procedimento, o dentista deve realizar um diagnóstico, com todas as informações necessárias, e formatar um plano de tratamento específico para o paciente.

Os profissionais que realizam essa técnica devem possuir uma grande habilidade manual para produzir detalhes anatômicos, nunaces de cor e texturas naturais. O dentista precisa ter uma boa experiência clínica para obter os melhores resultados.

Esse procedimento é indicado para casos em que quase toda a estrtutura dentária esteja comprometida por alteração de cor, forma ou textura. Desde que eles não possam ser recuperados por outros meios, mais conservadores, como restaurações, clareamento dental e microabrasão.

A faceta direta em resina composta pode ser feita a partir da matriz de acetato, que facilita a técnica de reprodução anatômica durante a composição. O resultado é muito satisfatório e devolve os detalhes anatômicos à superíficie vestibular.

Próteses dentárias exigem cuidados diários

Para muitas pessoas, a prótese dentária é um objeto extremamente importante, além de ser utilizada diariamente, ela também contribui para o bem estar e a auto-estima do paciente. Por isso, quando ela sofre algum dano a preocupação é grande e o medo de perdê-la completamente, é ainda maior

As próteses dentárias fixas ou móveis têm grande durabilidade, mas algumas situações podem sofrer danos. Para evitar esse problema, as pessoas precisam manter uma boa higiene bucal, as gengivas e os dentes devem manter-se saudáveis com escovação após as refeições, de preferência com um creme dental com flúor, e uso diário do fio dental. Também é preciso evitar alimentos duros, gelo e outros alimentos rígidos.

Outra parte importante da manutenção da prótese é sua limpeza da maneira indicada pelo especialista e também com os produtos corretos. Além disso, a ida periódica ao dentista é muito importante, para realizar exames, tratamentos e limpezas.

Entretanto, se mesmo com todos esses cuidados a prótese sofrer algum dano como fratura, deformação, descolamento ou mesmo um desgaste pelo mau uso ou tempo, o paciente deve guardar a prótese e suas partes e procurar seu dentista para saber se ela pode ser recuperada ou se será preciso fazer outra.

Câncer bucal, como lidar?

O câncer bucal é mais frequente em pessoas brancas e tem maior ocorrência no lábio inferior. Esse tipo inclui os cânceres de lábio e de cavidade oral como mucosa bucal, gengivas, palato, duro, língua oral e assoalho da boca. Normalmente, o câncer em outras regiões da boca acontece especialmente em tabagistas. Os riscos são maiores em tabagistas alcoólatras.

Entre os fatores de risco que podem agravar a doença são: idade superior a 40 anos, vício de fumar cachimbos e cigarros. O consumo de álcool aliado a maus hábitos de higiene bucal e o uso de próteses dentárias mal ajustadas também são fatores que ajudam no desenvolvimento do câncer.

O principal sintoma é o aparecimento de feridas na boca, que não cicatrizam em uma semana. Além disso, ulcerações superficiais, com menos de 2 cm de diâmetro, indolores, que podem sangrar ou não e manchas avermelhadas e esbranquiçadas nos lábios e na mucosa bucal são sinais que devem ser considerados.

Quando a pessoa apresenta dificuldade para falar, mastigar e engolir é preciso ficar atento, pois o câncer pode estar em estágio avançado.

A melhor forma de prevenção é visitar periodicamente seu dentista de confiança e manter uma rotina de cuidados preventivos. Manter uma dieta saudável e evitar o hábito de fumar também ajudam a prevenir o câncer de boca. Mas, se o câncer for diagnosticado o paciente deve seguir as instruções do seu médico para realizar os tratamentos mais eficazes. Entre as opções estão: cirurgia, radioterapia, esvaziamento cervical da parte comprometida e a quimioterapia.

Aumento de coroa clínica

Apesar do nome comprido, o aumento de coroa clínica é um procedimento simples, que pode ser realizado no próprio consultório. Ele consiste em aumentar a área supra gengival do dente, ou seja, aumentar a área visível do dente acima da gengiva. Para a anestesia é utilizado um bisturi, que ajuda a retirar o excesso da gengiva para restaurar o dente. Em alguns casos também é preciso desgastar o osso.

A coroa pode ser utilizada para melhorar a aparência dos dentes ou o alinhamento dos mesmos em um arco. Ela também é utilizada para cobrir total ou parcialmente a coroa de um dente que foi danificado, dando mais resistência a ele.

Para aproximar o implante do dente natural, a coroa pode ser utilizada melhorando o formato e a estrutura. As coroas de porcelana ou cerâmica combinam com a natural dos dentes, ajudando na uniformização. Além desses materiais, o acrílico, a cerâmica, as ligas de metal e o ouro podem ser utilizados. As ligas normalmente são mais resistentes que a porcelana e utilizadas para dentes posteriores.

As coroas podem ser utilizadas para: cobrir um dente descolorido ou deformado, cobrir um dente que passou por tratamento de canal, cobrir um implante dentário, ligar uma prótese, proteger um dente enfraquecido por fraturas, restaurar um dente fraturado e susbtituir uma grande restauração.

Implantes imediatos

Pessoas que perderam vários dentes ou todos eles dependem totalmente das próteses móveis (dentaduras) para ter um vida normal, sorrindo e realizando suas refeições diárias. Uma boa opção para esses pacientes é o implante, que vai facilitar as atividades do dia-a-dia.

Para quem perdeu diversos dentes há muito tempo, um dos tratamentos possíveis é o implante imediato, quando a colocação do mesmo é feito de forma rápida, logos depois que os dentes são retirados, para evitar a atrofia do osso, situação que ocorre em áreas que ficaram sem dentes durante um longo período.

Nessa técnica, o dentista procura utilizar uma prótese fixa para todos os dentes, melhorando a mastigação dos alimentos, com uma estética e uma durabilidade melhorar. O paciente literalmente recebe novos dentes.

O primeiro passo do tratamento é instalar os implantes para recobrar as raízes perdidas, em seguida a prótese final é instalada no implante. Com esse procedimento o paciente também pode sair com seus novos dentes no mesmo dia, com a técnica de carga imediata, que permite uma instalação mais rápida com a mesma eficiência.

Todos os tratamentos possíveis para recuperar os dentes e o sorriso são decididos pelo dentista, juntamente com o paciente de acordo com seus desejos e possibilidades, considerando os resultados e os benefícios de cada técnica.

O que é o Day Clinic

Você não tem tempo a perder? Você corre o dia inteiro, do trabalho para casa, da casa para o trabalho? Você precisa começar um tratamento odontológico, mas a sua falta de tempo na permite várias visitas ao dentista? A solução mais simples é optar pelo Dental Day Clinic, ou Spa Odontológico, onde você pode realizar o mairo número de procedimentos em apenas um dia em uma consulta.

O paciente pode reservar um dia de sua agenda ou alguns dias em uma semana para se dedicar ao tratamento odontológico, sem que ele leve meses para terminar. Os procedimentos e as visitas são realizados de uma forma que não afete seu dia-a-dia, reduzindo o tempo dedicado ao dentista.

Tratamentos estéticos, implantes dentários, próteses dentárias são alguns exemplos do que pode ser feito no Day Clinic. A melhor forma para definir o que sér feito é ter como base um planejamento prévio baseado nas necessidades e desejos do paciente. A partir daí, o dentista vai definir a sequência dos procedimentos e como eles devem ser realizados.

Na Clínica Implart, outra novidade são os tratamentos dentários com sedação, em que o paciente permanece relaxado durante todo o procedimento. Eles são indicados para pessoas que têm medo de ir ao dentista, de tratamento odontológicos ou da famosa “maquininha do dentista”, o motor.

Dicas para manter uma boa higiene bucal

Uma boa higiene bucal pode garantir dentes e gengivas bem tratadas, uma boca saudável e um sorriso muito bonito e vistoso para as pessoas que mantêm uma rotina diária de cuidados. A saúde bucal é um elemento que muitas vezes é imprescindível para iniciar um procedimento no dentista.

Além da boa aparência, os dentes saudáveis contribuem na fala e também na mastigação correta dos alimentos. Para manter a “boca em dia”, o paciente deve adotar cuidados diários preventivos, mantendo uma rotina totalmente eficaz e que é facilmente cumprida.

Primeiramente, uma boca escovação e o uso correto do fio dental ajudam na prevenção, fazendo que pequenos problemas dentários não se tornem mais graves. Outra dica de higiene bucal é a ingestão de uma dieta balanceada, evitando comer entre as refeições principais.

Além disso, as pessoas podem utilizar produtos de higiene bucal com flúor, enxaguante bucal com flúor (quando recomendado pelo dentista) e crianças com menos de 12 anos devem tomar água potável fluoretada ou suplementos de flúor, quando a água de suas regiões não tiver esse componente.

Todas as pessoas devem seguir as orientações dadas pelo dentista, já que ele apresenta ao paciente as melhores opções para a higiene bucal adequada e também indica quais procedimentos são eficazes para evitar o desenvolvimento de cáries, gengivites e outros problemas bucais.

Clareamento dental caseiro

O clareamento dental caseiro, feito pelo próprio paciente, está ganhando vários adeptos devido a sua comodidade e praticidade, já que a pessoa não precisa se dirigir ao consultório do dentista para realizar o procedimento.

A técnica é indicada para pessoas que querem cuidar de sua estética dental e possuem dentes manchados, com pigmentação amarelada ou que sofrem com problema endodonticos antigos. Antes de iniciar o clareamento, a saúde bucal deve estar em dia, sem feridas, sangramentos, cáries ou tártaro.

Para realizar o clareamento em casa, o paciente utiliza um gel de peróxido de carbamida, que apresenta uma concentração de carbopol de 10%, 16% ou 22%. Depois, são utilizadas moldadeiras flexíveis para depositar o gel, que serão encaixadas nos dentes para iniciar o tratamento.

A realização do procedimento caseiro demora de 1 a 3 semanas para ser finalizado. O gel pode ser utilizado em uma sessão de 3 a 4 horas. Outra opção são duas sessões curtas de 30 minutos a 1 hora.

Apesar de essa técnica demorar mais tempo para apresentar resultados, em relação ao clareamento a laser, ela é menos agressiva ao paciente, já que tratamentos mais rápidos causam mais efeitos colaterais. Mesmo com o clareamento realizado em casa, é preciso ter o acompanhamento de um profissional para saber se a técnica está correta e se as etapas estão sendo cumpridas.

Lentes de contato para os dentes

As facetas em porcelana ultrafinas (lentes de contato) são mais uma opção para as pessoas que querem ter um sorriso mais bonito e uniforme. Com elas a estrutura dental é menos desgastada e o paciente não sente dor, já que elas são coladas dos dentes.

As chamadas lentes de contato são um tipo de faceta de porcenana, que tem o diferencial de serem muito finas (0,2mm) e exigir um mínimo desgaste dentário. As facetas comuns exigem ao menos 1mm de desgaste.

As facetas ultra- finas permitem a solução de diversos problemas estéticos nos dentes como manchas e descoloração. Além disso, elas podem fechar espaços entre os dentes, melhorar um sorriso sem o uso de aparelho ortodôntico.

Após o desgaste, o dentista molda os dentes na boca do paciente. O molde segue para um laboratório onde os dentes são esculpidos em porcelana, estando prontas em aproximadamente 7 dias.

As lentes de contato para os dentes possuem uma grande resistência ao desgaste e não sofrem com alterações de cores, deixando o resultado mais natural. Para manter a integridade da faceta, o paciente deve manter sua higiene bucal e tomar cuidado com alimentos muito duros.

Como alternativa às facetas ultra-finas podemos realizar facetas em resina aplicada diretamente sobre o dente (técnica direta).

Clareamento a laser, técnica simples e rápida

Muitas pessoas têm vergonha de tirar fotos, sorrir e até mesmo de conversar por causa de seus dentes. A coloração amarelada ou mesmo as manchas nos dentes causam desconforto e mal estar. Mas, com uma técnica bem simples é possível se livrar desse incômodo.

O clareamento a laser é uma boa opção para quem quer cuidar da estética dental e também manter sua saúde bucal em dia. O procedimento consiste em um processo que retira os pigmentos e manchas do esmalte e da dentina dos dentes. Para isso, é utilizado um gel especial, que é potencializado pela luz do laser.

Como o tratamento é simples, grande parte das pessoas pode fazer. Existem técnicas para crianças a partir dos 10 anos. Entretanto, para definir como o clareamento será feito, o dentista avalia cada paciente individualmente por causa do escurecimento, idade, integridade e tonalidade dos dentes. Além disso, a idade avançada e as manchas mais cinzas dificultam o processo.

Antes de iniciar o clareamento a laser, a pessoa precisa passar por uma avaliação dos tecidos bucais, considerando dentes, gengiva, língua e mucosa interna. Como cada caso é diferente do outro, não há um padrão de clareamento, mas, dentes amarelados, marrons, escurecidos por igual ou com manchas extrínsicas (por consumo de chá, café, cigarro e acúmulo de placa bacteriana) são retiradas com mais facilidade.

Nas situações em que os dentes apresentam cores azuladas, listras causadas por antibióticos ou manchas irregulares o processo é mas difícil. Entretanto, os piores casos são de dentes que possuem problemas endodonticos antigos e manchas muito escuras. Próteses e restaurações não são clareadas.

Além dessa técnica, o clareamento caseiro também uma opção para quem não quer ir ao dentista. Ele pode ser feito pelo próprio paciente com um gel especial e com auxílio de moldadeiras. Mas, para fazer o procedimento, os dentes não devem ter tártaro ou cáries.